david-sjunnesson-507712-unsplash.jpg

Blog

5 trechos: Dicionário do Diabo, Ambrose Bierce

O Dicionário do Diabo de Ambrose Bierce exala sarcasmo, humor, misantropia, ironia e também um olhar aguçado, ainda que disfarçado pelo estilo ao mesmo tempo mordaz e engraçado. Publicado em sua versão mais completa em 1911, seu livro é mais um dicionário sobre a humanidade do que sobre as palavras que compila.

1

Cristão
(christian), s. m.

Alguém que acredita que o Novo Testamento é um livro inspirado por Deus e admiravelmente adequado às necessidades espirituais de seu vizinho. Aquele que segue os ensinamentos de Cristo na medida em que eles não sejam inconsistentes com uma vida de pecado.
— Página 74

2

Eleitor
(elector), s.m.

Aquele que goza do sagrado privilégio de votar na pessoa que outra pessoa escolheu para ele.
— Página 92

3

Filisteu
(philistine), s.m.

Alguém cuja mente é criatura de seu ambiente, seguindo as modas do pensamento, do sentimento e da emoção. Às vezes é erudito, frequentemente é próspero, é comum que seja limpo e é sempre solene.
— Página 113

4

Homeopata
(homoeophatist), s.2g.

O humorista da medicina.
— Página 132

5

Ocidente
(occident), s.m.

A parte do mundo que fica a oeste (ou a leste) do Oriente. É em grande medida habitada por cristãos, uma poderosa subtribo dos hipócritas, cujas principais atividades são o assassinato e a fraude, que eles gostam de chamar de “guerra” e de “comércio”. Essas são, também, as principais atividades do Oriente.
— Página 202

Referência: Dicionário do Diabo, Ambrose Bierce. Tradução de Rogério W. Galindo. 1ª edição – São Paulo: Carambaia, 2016.